SITUAÇÃO DE GUERRA CIVIL NA UCRÂNIA - DIRECTO -->

terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

SITUAÇÃO DE GUERRA CIVIL NA UCRÂNIA - DIRECTO

SITUAÇÃO DE GUERRA CIVIL NA UCRÂNIA - DIRECTO
          ACTUALIZAÇÕES         
AP video still

EM DIRECTO
Agitadores de partidos radicais e polícia (militar) na praça de independência no centro de Kiev provocaram uma nova onda de violência na capital ucraniana. Enquanto os manifestantes surgem divididos, a oposição continua a exigir a renúncia do presidente. Entretanto a Rússia já acusou o ocidente de interferir na Ucrânia. São 25 os mortos neste momento - 9 policias e 16 manifestantes - e mais de 300 feridos como resultado destes confrontos.

Também uma base militar situada na cidade ocidental de Lvov foi tomada por manifestantes, o site de notícias ucraniana UA-RU.info assim o informou. Os manifestantes no entanto permitiram que os militares deixassem a base na condição de deixarem as armas. As armas foram seladas mas surgiu um incêndio que está a destruir a base.

Actualização
(Fotos e informação - 19 de Fevereiro de 2014)


Na sequência dos distúrbios em Kiev entre a policia militar e os manifestantes simpatizantes dos partidos de oposição, centro direita e extrema direita nacionalista e nazi, foram mortas 26 pessoas e 751 foram feridas. Nos hospitais da cidade encontram-se internadas 605 pessoas, das quais 263 opositores e 342 policiais. Entre os mortos há 10 policiais e 16 manifestantes.

Os activistas do movimento pró-europeu Euromaidan tomaram de assalto os prédios do Conservatório de Kiev e dos Correios, situados na praça da Independência.



Rebecca Harms, deputada alemã do grupo parlamentar do Parlamento Europeu  os Verdes, disse em entrevista ao canal RT que irá apoiar um pedido de sanções contra a Ucrânia.

"Tenho desde há muito defendido que se deve ir para essas sanções. Porque eu acho que é realmente uma provocação que parte da elite política em Kiev traga o seu país de volta para Moscovo e, ao mesmo tempo que eles fazem grandes negócios nos Estados-Membros europeus, com dinheiro, que resulta em várias vagas de privatizações, as chamadas privatizações na Ucrânia. Isso tem de terminar, e isso é também algo que esse bravo povo corajoso lutando pelo estado de direito e contra a corrupção quer que nós façamos ", disse à RT.

"I have since a long time advocated to go for those sanctions. Because I think it’s really a provocation that some of the political elite in Kiev bring their country back to Moscow and at the same time they are doing big business in European member states with money, which results from several waves of privatizations, so-called privatizations in Ukraine. This must end and this is also something that those brave people fighting for the rule of law and against corruption want us to do," she told RT.

(Fotos e informação - 18 de Fevereiro de 2014)





Sem comentários :

Enviar um comentário

Relacionados

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner